Ir para conteúdo

Entenda como dados de mercado podem aumentar a sua lucratividade

Janelle Veasey
Janelle Veasey
Head of Real-Time Customer Proposition
John Mason
John Mason
Global Head Enterprise Middle and Back Office, Refinitiv

Nova pesquisa da Refinitiv explora as maneiras pelas quais as empresas vêm utilizando dados de mercado e de referência para aumentar a eficiência e, sobretudo, as receitas.


  1. As empresas estão operando aquém de seu potencial por não terem acesso aos dados e ferramentas necessários para desempenhar suas funções.
  2. Segundo uma recente sondagem da Refinitiv, as firmas do sell-side poderiam obter novas receitas no valor de US$ 1,76 trilhão se elas tivessem acesso a dados de mercado e de referência que as ajudassem a atingir todo o seu potencial.
  3. Para 84% dos entrevistados, o Return of Investment (Retorno de Investimento ou simplemente ROI) em dados de mercado e de referência para o front-office é visto como “excelente” ou “bom”.

Para mais informações baseadas em dados diretamente no seu inbox, assine o boletim semanal Refinitiv Perspectives

As instituições financeiras em todo o mundo poderiam aumentar as receitas e a eficiência em mais de 30% se tivessem acesso aos dados de mercado e de referência e às ferramentas de suporte necessárias para atingir todo o seu potencial.

O ganho de receita poderia ocorrer, por exemplo, com novas estratégias de negociação, aprimoramento do back-testing, maior capacidade de execução e, claro, produtos e serviços inovadores. E a melhora nos índices de eficiência costuma ser um dos resultados da transferência de dados para a nuvem e do investimento em governança de dados.

Serviços de dados de mercado: conecte-se aos mercados globais e melhore o desempenho de sua empresa

Esses são alguns dos insights obtidos a partir de uma nova pesquisa da Refinitiv realizada em março e abril deste ano, em que foram entrevistados quase 1.600 funcionários de instituições financeiras do buy-side e do sell-side em todo o mundo.

Esses profissionais conhecem, estão envolvidos ou tomam decisões sobre dados de mercado e de referência em suas organizações. Suas funções abrangem três áreas dentro das organizações: front office; middle e back office; e infraestrutura, TI e suporte.

Desempenho abaixo do esperado

De acordo com o novo relatório da Refinitiv –realizado com base na pesquisa Desvendando o valor oculto em dados de referência e de mercado em toda a organização, os profissionais entrevistados sentem que estão ficando muito aquém de seu potencial por não terem acesso aos dados e ferramentas necessários para realizar suas funções.

Os responsáveis por tomar decisões no front office, por exemplo, dizem que estão 38% abaixo de seu potencial, e os do middle e back office, 34%. Outras importantes conclusões do relatório são:

  • O buy-side sente que está aquém de seu potencial em relação ao sell-side em todos os três ambientes organizacionais.
  • Os respondentes do front office no Brasil são os mais pessimistas, com 40% relatando desempenho abaixo do esperado. Já os entrevistados de middle e back office no país dizem que estão 35% aquém do esperado.
  • Ao longo de toda a pesquisa, os profissionais de fundos soberanos ressaltaram estar aquém de seu potencial, principalmente no front office (38%), mid/back office (35%) e Infraestrutura/TI/Suporte (35%).
  • Os envolvidos em atividades de pós-negociação no middle e back office acreditam que estão desperdiçando mais potencial do que aqueles do mid/back office responsáveis por outras funções. Os do front office dizem estar 37% aquém de sua capacidade, e os do mid/back office, 34%.

Os resultados elencados acima podem ser parcialmente explicados pela maior necessidade de dados que as as empresas têm hoje em dia. A pesquisa da Refinitiv mostra, por exemplo, que dois em cada três entrevistados acreditam que a importância dos dados de mercado e de referência para as organizações aumentou significativamente. Além disso, 70% disseram que suas empresas intensificaram o uso desses elementos nos últimos 12 meses.

Maior eficiência e receita

Quase todos (98%) os participantes da pesquisa estão certos de que, se a sua organização tivesse acesso aos dados de mercado e de referência para atingir o potencial completo, seria possível gerar mais receita.

Em média, em todas as instituições financeiras, os entrevistados calculam que poderiam obter até 36% mais receita –ou US$ 1,76 trilhão a mais nas empresas do sell-side.

O mesmo se aplica à capacidade dos dados de mercado e de referência de gerar eficiência. Os respondentes dizem que, com isso à disposição, as suas firmas seriam 34% mais produtivas.

E, para 80% de todos os profissionais envolvidos na sondagem, o investimento nessa área os ajudará a alcançar eficiências no middle e back office. Além disso, 84% concordam que, com um melhor uso desses dados, é possível realocar recursos para fluxos de geração de receita.

Um exemplo de geração de valor que já vem sendo adotado por muitas organizações é a transferência de dados de tick history para a nuvem. De acordo com uma análise feita pela equipe do Refinitiv Tick History, a realocação desses dados da empresa para a nuvem permite reduzir o custo total de propriedade (TCO, na sigla em inglês) em cerca de 90%, além de acelerar significativamente o tempo de computação.

Compreendendo o ROI

Mesmo com a transferência de dados e análises de tick history para a nuvem, as expectativas sobre o potencial dos dados de mercado e de referência para turbinar receitas e produtividade podem parecer muito otimistas.

Portanto, vale a pena ter em mente o Retorno sobre o Investimento (Return on Investment, ou ROI) alcançando pelas instituições com as suas atuais estratégias de dados.

Por exemplo, para 84% dos entrevistados, o ROI obtido no front office é “excelente” ou “bom”, enquanto no middle e back office apenas 76% o avaliam assim, e na área de infraestrutura/TI/ suporte, 77%.

Essa diferença de percepção entre o front office e as duas outras áreas é explorada com mais profundidade em nosso novo relatório. O documento explica que as empresas enfrentam claros desafios em relação à cultura corporativa quando se trata de implementar estratégias de dados de mercado e de referência.

Isso pode resultar em disparidade de dados entre as três áreas da organização, levando à interrupção de processos, necessidade de intervenção manual e elevação de custos.

Abordamos ainda como esses desafios culturais podem ser superados para que as estratégias de dados forneçam elementos que estejam conectados ao longo de toda a instituição.

Outras observações a respeito de ROI em dados de mercado e de referência

Outros insights obtidos incluem:

  • As empresas do buy-side acreditam que o front office obtenha o maior Retorno sobre Investimentos (ROI) em dados de mercado e de referência, incluindo hedge funds (para 45%, excelente), fundos mútuos (45%) e fundos soberanos (43%).
  • Entre as empresas que consideram o ROI para o middle e back office como menos favorável estão as corretoras interdealer (para 32%, médio e fraco), corretoras (30%) e hedge funds (27%).
  • Os profissionais das Américas acreditam que o ROI para o front office seja maior, com 87% classificando-o como excelente ou bom, em comparação com 82% da Europa e 81% da região APAC.

Portanto, de acordo com a pesquisa, as estratégias atuais de dados de mercado e de referência já estão proporcionando para as empresas um bom Retorno sobre o Investimento (ROI).

No entanto, há um potencial significativamente maior que pode ser alcançado por meio de investimentos adicionais em dados de mercado e de referência e em ferramentas de apoio.

Para que as organizações atinjam esse patamar, será necessária a vinculação de dados ao longo de toda a empresa, de modo que esses elementos fluam perfeitamente no front, middle e back office e no setor de infraestrutura/TI/suporte.

Para as empresas de serviços financeiros, o futuro consiste em dados conectados –apoiados por governança de dados aprimorada, transferência de dados e análises para a nuvem e resiliência operacional.

Serviços de dados de mercado: conecte-se aos mercados globais e melhore o desempenho de sua empresa