Ir para conteúdo

Dê um salto na carreira de gestão patrimonial

Christopher Sparke
Christopher Sparke
Global Head of Digital Solutions, Wealth Management, Refinitiv

Em geral, gestores de patrimônio têm metas claras: ajudar os clientes a obter melhores resultados do que o mercado ou a superar seus próprios objetivos de lucros. Entretanto, direcionar investidores para decisões financeiras mais inteligentes não tem se mostrado uma tarefa fácil. Entenda o porquê e como melhorar as suas perspectivas.


 Diante de um cenário com baixas taxas de administração, aumento da regulação e do compliance, e em que o mercado de consultoria é cada vez mais competitivo, reter clientes e expandir os negócios tem se tornado extremamente desafiador. Embora a explosão de dados ocorrida ao longo desta década tenha se apresentado aos gestores patrimoniais como uma oportunidade para superar o mercado, a verdade é que a maioria desses profissionais foi imobilizada pelo excesso de informação.

Um recente estudo conduzido pela consultoria Oliver Wyman, líder global em gestão, aponta para o fato de que a maioria dos profissionais que se dedica ao gerenciamento de patrimônio não busca “mais dados”, mas, sim, “dados aprimorados”.

Isso aponta para a crescente frustração dos gestores com o Big Data. Afinal, para tirar vantagem dessa profusão de dados é necessário um bom planejamento na área de tecnologia, como investimento em Enterprise Data Management e implementação de estratégias de nuvem que sejam claras (e de longo prazo).

O fluxo de trabalho do Wealth Manager

Para figurar entre os mais bem-sucedidos gestores de patrimônio, é crucial absorver um panorama variado de informações e usá-lo de forma inteligente, com foco sempre no cliente. Para isso, deve-se examinar os relatórios de tendências do mercado, as estatísticas do setor e quaiquer outros dados relevantes para encontrar informações que transformem-se em oportunidades. É importante ainda conectar todas essas informações aos dados que o profissional já possui sobre seus clientes.

Mas, sem ferramentas e gerenciamento de dados adequados, é praticamente impossível priorizar os clientes e aproveitar as informações de mercado disponíveis. E, para complicar ainda mais as coisas, a maioria dos consultores utiliza para seu trabalho entre 7 e 9 aplicativos, como ferramentas de planejamento financeiro, ferramentas Robo e CRM. Portanto, para permitir um melhor envolvimento do cliente, é fundamental integrar e conectar as ferramentas de fluxo de trabalho.

A quantidade e a qualidade dos dados disponíveis aos gestores, e a capacidade de contextualizar essas informações, afetam diretamente o atendimento aos clientes. Afinal, a infinidade de informações que chegam do front office, back office e de outras fontes externas é incompatível com o poder de análise humano.

O consultor inteligente

A Refinitiv entende que os gerentes de patrimônio precisam de uma solução para o dilema da sobrecarga de dados. Ou seja, uma plataforma que organize e integre de forma eficiente as prioridades do gestor e de seus clientes.

Por meio de capacidades de análise que preveem como gerenciar investimentos e ações para ajudá-los em seus objetivos, a nossa plataforma Wealth Management oferece uma experiência mais inteligente e sob medida, o que é crucial para um melhor engajamento com a clientela.

Por meio dessa ferramenta, o gestor consegue integrar e agregar dados de clientes e conteúdo referencial no fluxo de trabalho, com análises em tempo real altamente especializadas para clientes corporativos. Ao unir esses conteúdos, os consultores já veem quais clientes são impactados pelos eventos do mercado e podem priorizar suas ações imediatamente.

Seja para governança de dados, gerenciamento de dados não estruturados ou geração de insights, os consultores da área de gestão patrimonial não podem mais se considerar realmente eficazes sem esse nível de automação que conecta dados do cliente, conteúdo referencial e análises. Isso porque a tarefa é colossal, e as apostas, muito altas.

Um parceiro, como nós, que pode unir dados de front e de back office a outras fontes externas relevantes, gerando um ponto de inteligência real que beneficiará os clientes, é inestimável.

Hora H

Imagine a situação: negociadores comerciais internacionais estão discutindo os preços do alumínio e a possibilidade de impor tarifas às importações de um país. Nesse momento, a rapidez com que um gestor compreende essas informações e as suas implicações sobre os portfólios que contêm, por exemplo, ações da Coca-Cola ou da Anheuser-Busch InBev, pode significar uma diferença de vários pontos percentuais em retornos para um investidor corporativo.

Ou imagine ainda que uma grande reserva de minérios raros tenha sido descoberta na costa do Japão. Um consultor com experiência em gerenciamento de fortunas pode recomendar a aposta em empresas como Intel ou Qualcomm, que fabricam produtos de alta tecnologia e poderiam vir a se beneficiar de um influxo de matérias-primas. Agora, pense na possibilidade de aproveitar essa oportunidade por meio de uma ferramenta de alocação de ativos que suporta os planos financeiros de seus clientes.

Ao oferecer esse tipo de insight, a Refinitiv ajuda os gestores a envolver melhor o cliente e a aperfeiçoar as decisões de seleção e de alocação de investimentos.

 

A plataforma Wealth Management da Refinitiv fornece insights valiosos diretamente no fluxo de trabalho do gestor.

 

 

Ao reunir em um mesmo local dados de portfólio, dados de CRM e notícias preditivas e contextuais, a Refinitiv equipa o gerente de patrimônio com as ferramentas necessárias para atender os clientes em um nível mais pessoal.

O Practice Management põe em evidência quais clientes devem ser contatados, o que os está impactando e como eles devem ser envolvidos. Isso pode significar desde o reequilíbrio dos seus planos financeiros até a sugestão de produtos mais adequados, ou mesmo a alteração das decisões de alocação, devido à mudança do risco de mercado.

Mais liberdade e eficiência por meio da automação

A automação, sem dúvida, capacita os consultores da área patrimonial a oferecer melhores conselhos sobre investimentos. Mas, sobretudo, esse nível sem precedentes de agregação automatizada de dados libera os gestores para gastar mais tempo na construção de relacionamentos com seus clientes.

O Intelligent Advisor é o consultor do futuro, com todos os dados e aplicativos necessários para uma excelente solução integrada, facilitando ao máximo o gerenciamento de portfólio e relacionamento.

Clique aqui para saber mais sobre como a Refinitiv ajuda os gestores patrimoniais

Christopher está focado em todo o fluxo de trabalho de gerenciamento de patrimônio, trabalhando com tecnologia, recursos de nuvem, IA e conteúdo não estruturado para apoiar a transformação digital para gerentes de patrimônio. Ele está na Refinitiv há mais de 12 anos em várias funções estratégicas, desde o gerenciamento dos negócios de consultoria e investimentos para a Europa e a expansão das capacidades de compra, até o desenvolvimento de mercados financeiros e de risco.