1. Pagina inicial
  2. Soluções de Risco e Compliance
  3. O Brasil no World-Check
  4. O Brasil no World-Check: Criptomoedas
empty image

Risco e Compliance

O Brasil no World-Check:
Criptomoedas

Assista on-demand

empty image
41:36
  • 00:00:01:11 - 00:00:11:00

    Danilo Segoshi

    Bom dia pessoal. Todo bom aqui é o Danilo Segoshi falando Customer Success Manager aqui na Refinitiv para as soluções de risco e third party customers

    00:00:13:00 - 00:00:36:13

    Danilo Segoshi

    Bom, bom dia para todos que estão aqui agora. Boa tarde! Boa noite para aqueles que forem ver esta gravação mais tarde, dando seguimento ao nosso webinar para uma série de webinars que estamos fazendo, este é o segundo e justamente para ser o segundo. Estamos aqui com a Laura Bullock, a nossa analista aqui de research de World-Check, especialista, e o do nosso lado aqui para a parte de Cryptos

    00:00:37:11 - 00:01:01:00

    Danilo Segoshi

    Então, nós sabemos da importância da questão de saber a questão de Cryptos tudo mais na questão de prevenção à lavagem de dinheiro e compliance due diligence. Então, para que não fique tomando muito mais o tempo, aí passo a palavra, então, para Laura. Então, por favor, Laura, é com você.

    00:01:05:11 - 00:01:34:10

    Laura Bullock

    Bom, gente, eu vou me apresentar. Meu nome é Laura Bullock. Eu sou analista de pesquisa do time brasileiro no World-Check. Eu estou na África do Sul, tem três anos e no World-Check tem dois. Comecei em 2020. Eu sou formada em administração de empresas e eu tenho um certificado de especialista pela International Compliance Association em crimes financeiros em novas tecnologias.

    00:01:35:04 - 00:01:41:04

    Laura Bullock

    Eu vou desligar a minha câmera aqui para ficar mais fácil.

    00:01:43:06 - 00:02:08:09

    Laura Bullock

    Os tópicos que a gente vai falar hoje são desculpa e uma breve introdução sobre a criptomoedas, os riscos mais comuns no contexto brasileiro. E como o World-Check ele se insere nesse contexto. Eu não tenho a intenção de explicar de maneira aprofundada os conceitos sobre cripto ativo e blockchain, mas eu pretendo focar mais no risco de como eles se apresentam no contexto brasileiro.

    00:02:08:13 - 00:02:38:09

    Laura Bullock

    E vou falar um pouquinho também do contexto internacional. O professor Douglas Arner, da Universidade de Hong Kong e do Instituto Asiático de Direito Financeiro Internacional, em 2016, ele escreveu um artigo e nesse artigo ele traçou uma linha do tempo sobre a evolução do que conhecemos como Fintech. A Fintech, que é uma abreviação de financial technology significa basicamente o mesmo uma tecnologia financeira.

    00:02:39:02 - 00:03:17:09

    Laura Bullock

    O fintech 1.0, ele classifica como sendo de 1866 a 1967. É um exemplo que eu posso dar. É o primeiro ATM, que é o caixa eletrônico que foi instalado em Londres em 1967 e a Fintech 2.0, que é de 1967 a 2008. Eu posso citar como exemplo on line banking o código Swift. E a fintech que a fase da fintech que interessa pra gente nesse momento agora é 3.03 e 3.5, que ele classifica como sendo de 2008 em diante.

    00:03:19:05 - 00:03:53:10

    Laura Bullock

    Em 2009, eu vou usar o Bitcoin como exemplo. Em 2009, o Bitcoin foi lançado. O que aconteceu em 2008 foi a que a crise global crise econômica que levou a uma perda de confiança nos meios de pagamento e instituições tradicionais. Então foi quando surgiu o blockchain. Nessa época, na blockchain, decentralized finance que funciona, que blockchain funciona desta maneira, o bitcoin dessa maneira, entre outras coisas.

    00:03:54:13 - 00:04:46:01

    Laura Bullock

    Por exemplo, on line wallet que a gente vê em várias big techs, também apresentam essas formas de pagamento. Enfim, é o sistema operacional, os sistemas operacionais que a gente conhece hoje em dia, que e os aparelhos mais avançados. Eles também contribuíram para o crescimento e facilitaram o uso de tecnologia para poder efetuar pagamentos. O meio de pagamento alternativo, só um segundo, o Bitcoin, ele funciona como um sistema de blockchain que a transação ela é autorizada por pares.

    00:04:46:09 - 00:05:27:04

    Laura Bullock

    Por isso que a gente chama isso de decentralized finance e o blockchain, apesar dele ser anônimo. Eu coloquei um exemplo de endereço de blockchain que na tela, para vocês verem, as transações, elas são rastreáveis. Então, isso garante uma certa transparência, vamos colocar assim as transações de blockchain. Os tipos mais comuns de risco que a gente vê no Brasil são: fraudes, pirâmides financeiras e lavagem de capital. Com o aumento das transações em criptomoeda no território brasileiro.

    00:05:27:13 - 00:05:59:01

    Laura Bullock

    A gente viu também um aumento de crime praticado utilizando essas moedas. Da mesma maneira que eles usam moedas físicas, também usam moeda digital. As fraudes têm sido o tipo mais comum. Elas se dão também em esquema de pirâmide que eu vou falar um pouco mais para frente, e promessa de retorno que não são executadas. Nós vemos que quase diariamente na mídia tem algum caso, alguns até envolvendo pessoas famosas, de gente que investe dinheiro e nunca consegue um retorno.

    00:05:59:07 - 00:06:28:01

    Laura Bullock

    Ou simplesmente a pessoa que prometeu o retorno desaparece e tal. Uma das dificuldades que a gente encontra nesses casos é que é um pouco mais complicado para os órgãos e autoridade brasileira investigar e concluir alguma investigação. E os processos que a gente mais encontra são de pessoas físicas contra pessoas físicas. E nesse caso, infelizmente, a gente não pode acionar nada no World-Check. Esquema de pirâmide financeira.

    00:06:28:02 - 00:07:01:08

    Laura Bullock

    Também tem sido um tipo de fraude bastante comum. Eu acho que, se eu não me engano, esse esquema de pirâmide financeira envolvendo cripto ativos é o tipo de fraude que mais cresceu ultimamente. E eles geralmente começam com uma promessa de alto retorno ou com o exemplo de vida de alguém que investiu e melhorou. Enfim, mostram carros e tudo mais, quando na verdade esse dinheiro dos novos entrantes ele é usado para poder pagar os investidores mais antigos.

    00:07:02:00 - 00:07:31:02

    Laura Bullock

    Em alguns casos, a investigação até no sentido de que o dinheiro que os novos entrantes eles eles dão para a empresa, eles, o dinheiro nem chega a ser investido em cripto ativo. Ele já passa direto para poder pagar as pessoas os investidores mais antigos para poder manter uma imagem positiva da empresa . A lavagem de dinheiro, ela como sempre, é o crime mais difícil.

    00:07:32:06 - 00:07:58:10

    Laura Bullock

    O cripto ativo ele ainda dá uns toques de dificuldade para poder “folow de money” nesse caso, eu já comentei que o bitcoin, por exemplo, ele oferece um certo grau de rastreabilidade, então ele não é a melhor opção para você lavar dinheiro. Então, como essa lavagem é feita usando criptomoeda? Acontece que nem todas as criptomoedas são tão transparentes e rastreáveis assim.

    00:07:59:01 - 00:08:29:06

    Laura Bullock

    O processo de ocultação acaba sendo feito nelas. Então, o que acontece? O dinheiro, ele é passado de criptomoeda a criptomoedas, especialmente as menos rastreáveis. E depois ele é enviado por Bitcoin, que, como ele é amplamente aceito, ele consegue ser sacado no final do dia. Então esse processo acaba sendo um pouco mais dificultado, porque essa transparência no meio ela acaba sendo um pouco prejudicada.

    00:08:30:14 - 00:09:08:00

    Laura Bullock

    Então, como a gente pode prevenir? É um bom processo de on-boarding e know your client, ele pode auxiliar a prevenir que pessoas físicas e jurídicas que apresentam algum grau de risco relevante para a empresa utilizem para poder efetivar esses tipos de transações antes que elas aconteçam. E também um processo de processo de monitoramento também é importante, porque pode ser que a pessoa que começou a fazer negócio com sua empresa hoje em dia não tenha nada sobre ela, mas pode ser que daqui pra frente tenha.

    00:09:08:00 - 00:09:47:14

    Laura Bullock

    Então é importante também fazer esse monitoramento e eu acho que quanto mais cedo a gente se adapte é melhor, porque o Brasil também. O Banco Central do Brasil também está trabalhando com uma moeda digital. Eles começaram, se não me engano, a contratar especialistas para desenvolver agora esse ano ou no final do ano passado, uma coisa assim. E também, as autoridades brasileiras estão recebendo treinamento para poder investigar melhor e é isso que vou passar para o Danilo agora que ele vai citar alguns exemplos do nosso cenário.

    00:09:47:14 - 00:10:27:03

    Danilo Segoshi

    Tá Ok, obrigado a Laura pela introdução. Por falar sobre a parte da Crypto e perdão pessoal, eu estou aqui no escritório, tem mais gente aqui, então pode estar um pouco mais de barulho. Tá bom, mas assim nós sabemos da importância em relação à prevenção de lavagem de dinheiro, a parte de compliance, especialmente quando estamos falando de entidades que têm alguma coisa em alguma coisa que seja relacionada aí na parte de screening, sejam de pessoas ou de empresas.

    00:10:28:02 - 00:11:03:07

    Danilo Segoshi

    E assim, o World-Check que ele tem como ferramenta para essa parte é Screening. Ele tem dados, você consegue buscar dados a respeito disso. Então, indo para um dos exemplos que nós trouxemos aqui. Esse aqui é um caso que a gente tem uma empresa, na verdade é uma exchange. Elas têm sanções explicitas. E quando você faz a busca por essa entidade e você tem um número, o endereço do bitcoin, você consegue associar e você consegue encontrar essa entidade e o endereço completo do Bitcoin.

    00:11:04:09 - 00:11:44:11

    Danilo Segoshi

    Por mais que assim vamos pensar. Até alguns anos atrás não era tão rastreável, mas hoje em dia, com o avanço da tecnologia, é possível rastrear melhor especialmente as principais criptomoedas. E, no caso do Bitcoin, que é o principal, já é possível verificar aqui também no World-Check. E o World-Check, que não tem somente Bitcoin, tem outras tantas criptomoedas que vocês podem verificar caso tenham esse endereço para ver se esse endereço dessa criptomoeda está vinculado a alguma entidade sancionada ou que tenha ou que esteja em nossa base aqui do World-Check.

    00:11:45:01 - 00:12:15:12

    Danilo Segoshi

    Então, no caso, isso aqui é uma entidade sancionada, em sanções explicitas. Tem aqui o endereço do Bitcoin em destaque, como dito na Exchange e no caso, ele foi na parte de ele foi identificado na parte de fraude. É uma entidade que fica no Leste Europeu a base, mas atuação. Lembrando que estamos falando de internet, então o alcance dessa empresa é global. Foi pego ali numa ação da OFAC.

    00:12:16:02 - 00:12:43:07

    Danilo Segoshi

    Então ela está listada no OFAC. Como vocês podem ver nas partes onde podem verificar os dados. E assim mesmo, eles não têm somente uma criptomoeda. Então toda essa parte que está em preto está aqui a partir censurada, que são os dados mais sensíveis. Vocês vêm aqui e nós temos ali. Quando essa entidade é assim, ela é presa. Ela entra em sanção a gente tem.

    00:12:43:10 - 00:13:15:00

    Danilo Segoshi

    Eles dão acesso a lista aos endereços que criptomoedas que essa entidade tem. Isso também serve aí como uma questão de due dilligence. Se vocês tiverem um número dessa dessa criptomoeda e vocês terem aí o nome dessa entidade, vocês acabam encontrando World-Check. Mas isso é um caso, vamos dizer assim. Relativamente, não digo simples, mas um pouco mais óbvio porque porque é uma exchange. Uma empresa que faz a compra e venda de criptomoedas é muito mais fácil de encontrar aí.

    00:13:15:02 - 00:13:45:04

    Danilo Segoshi

    A lista que está na OFAC tem uma segunda lista também, mas aí nada mais sigiloso. Fora isso, dentro do World-Check que vocês conseguem ver. Então essa empresa ela tem associado que tem mais de uma pessoa associada. Não está aqui a tela completa. Mas você tem empresas afiliadas, então o que a Laura falou é uma empresa que, apesar do normal, seria pegar esse dinheiro do investidores e repassar para os investidores mais antigos.

    00:13:45:09 - 00:14:11:01

    Danilo Segoshi

    Eles podem repassar para outras empresas e todas essas empresas afiliadas a essa exchange. Elas ficam também aqui no World-Check uma vez que elas entram na lista de sanções e vocês podem verificar também quais são essas empresas. É claro, por uma questão de confidencialidade, nós seguimos com essa empresa que é censurada nessa parte aqui. Tá bom? O segundo exemplo é um exemplo que não é tão óbvio.

    00:14:11:07 - 00:14:36:13

    Danilo Segoshi

    Tá bom porque? Bom, primeiro tem um Ethereum que também um Ethereum é uma cripto muito conhecida. Muto utilizada. Só que por que ela não é tão óbvia essa empresa? Porque ela na ela. Ela atua na área de manufatura e de serviços. Então a gente pensa que geralmente não são entidades, são entidades eletrônicas, entidades virtuais, mas não nesse caso.

    00:14:36:13 - 00:15:04:09

    Danilo Segoshi

    É um caso de uma empresa cujo dono tem lá uma percentagem porcentagem em cima dessa empresa está e tem um número de identificação, tudo o mais que pertence àquele país em que essa empresa está. A bom é assim também. É um outro exemplo que nós temos dentro da OFAC mas não só temos a Bitcoin, que é esse código X BT dentro do World-Check, mas também tem um Ethereum que ETH.

    00:15:05:10 - 00:15:28:07

    Danilo Segoshi

    Como a Laura falou, dependendo da onde o dinheiro é lavado, ele começa a se tornar menos óbvio. Onde procurar? Então, no caso, aqui, é um caso de uma empresa que talvez as pessoas olhassem o nome e não pensassem que tivesse alguma coisa de Crypto. Mas eles têm uma questão de Crypto aí e a carteira foi apreendida e a lista.

    00:15:28:11 - 00:16:06:10

    Danilo Segoshi

    Os endereços foram divulgados nessa questão de compliance, até quando a pessoa verifica uma transação, tudo mais. Se tem aquele endereço, ele pode verificar e se tiver o World-Check consegue verificar se esse a origem, caso tenha dado esse endereço, tá bom? Para isso, o terceiro, a terceira, o terceiro exemplo. É um exemplo também que aí já é uma pessoa, não é uma empresa e no caso, como falamos aqui, grande parte do dinheiro que as pessoas angariam com criptomoedas para lavagem de dinheiro não vem necessariamente para uso próprio.

    00:16:07:02 - 00:16:40:08

    Danilo Segoshi

    Então, nesse caso, aqui é uma pessoa que está relacionada na parte de terrorismo. Então é uma pessoa que já foi presa e está presa, mas está respondendo aos processos, tudo mais. E no caso e no caso, está diretamente ligada a uma parte de terrorismo que seria, no caso, antes de falar qual que é. Temos aqui também informações. Então, como eu falei, World-Check não tem somente bitcoins, mas tem o Dotcoin, que acho que muitos devem conhecer, especialmente as pessoas da área da crypto.

    00:16:40:13 - 00:17:20:00

    Danilo Segoshi

    Conhece esse nome, mas tem outros outras criptomoedas também que nós fazemos a verificação também. Caso tenham este endereço. E no caso, essa pessoa é ela. Ela lavava, lavava dinheiro para basicamente financiar o Hamas. Então, ela está no Hamas. Mas quanto à questão das listas em que ela faz parte, essa parte realmente ficou como confidencial. Não podemos divulgar, mas assim é uma pessoa que tinha uma wallet, uma carteira de criptomoedas.

    00:17:20:00 - 00:17:50:11

    Danilo Segoshi

    Ela foi apreendida, divulgada e essa pessoa está ligada diretamente ao Hamas na parte de financiamento. E o quarto exemplo, talvez isso seja um exemplo, talvez que não seja tão óbvio também. Menos óbvio ainda mas talvez o mundo virtual não é tão assim, tão obscuro. O World Check consegue fazer verificação em cima de entidades virtuais. Tanto é que o nome da organização aí no Word Check, ele cai como organização, não como pessoa.

    00:17:51:01 - 00:18:18:03

    Danilo Segoshi

    Você vê que tem um arroba pontocom, então é uma entidade virtual. Então não necessariamente conseguiram chegar ao dono desse e-mail. Tá, então, lembrando da gente no caso, eles conseguiram chegar a esse e-mail de N formas e, nesse caso, o e-mail que está aqui, um e-mail mais comum, que é de um meio. Vamos assim, é de um meio mais utilizado.

    00:18:18:03 - 00:18:43:08

    Danilo Segoshi

    Não estamos, não vamos adentrar aqui nesse papo sobre o uso de e-mails da área de dark web e tudo mais. Mas assim. World-Check consegue verificar entidades virtuais também. No caso, entra como categoria website. Então os clientes que têm acesso ao World-Check conseguem ver exatamente o que é essa categoria. No caso de sanções explicitas e como eu falei, tem o Bitcoin, tem o Cardano também.

    00:18:43:08 - 00:19:17:10

    Danilo Segoshi

    Dotcoin, entre outras criptomoedas que essa entidade tem, foi apreendida e World-Check consegue fazer a verificação em cima quando você tem o endereço dessa moeda e no caso também é uma outra entidade. É assim uma entidade virtual que fazia lavagem de dinheiro para o Hamas, financiava o Hamas. Então muita gente pensa que a pessoa faz a lavagem de dinheiro ou pega o dinheiro dos investidores, some e tudo mais vai gastar com carros de luxo e viagens luxuosas.

    00:19:17:11 - 00:19:49:03

    Danilo Segoshi

    Mas nós temos que lembrar também que existe um outro lado que é usado justamente para isso o financiamento de grupos terroristas, alguns grupos extremistas. Isso preocupa muito, é claro, World-Check faz a verificação dessas entidades para justamente adentrar e adentrar aí dentro da política de compliance de cada empresa consegue fazer essa verificação. Temos um caso. E esse caso relativamente recente está na realidade.

    00:19:49:03 - 00:20:23:06

    Danilo Segoshi

    Esse é um caso nacional. Então você consegue ver, é um PEP, então, no português seria uma pessoa politicamente exposta. Então é um político, é uma pessoa que está politicamente exposta, não necessariamente político, mas que foi pego recentemente aí nessa questão de criptos. No caso, ele é como ele não tinha propriamente uma carteira de criptos, então não tem aqui os endereços dos criptos, mas é uma pessoa que está ligada a essa parte de lavagem de dinheiro usando os criptos.

    00:20:24:04 - 00:21:13:03

    Danilo Segoshi

    É assim e como vocês podem ver na parte de categorias especiais, né? Então, assim como PEP teve abuso de poder, corrupção, suborno, tudo mais. E a parte de lavagem de dinheiro e crime organizado. Por causa dessa operação no qual essa pessoa está envolvida, tá bom? Fora isso, essa pessoa tem toda essa informação completa. No World-Check, então os clientes que têm acesso ao World-Check conseguem ver o perfil completo dessa pessoa e de novo é um nome que se você fosse, por exemplo, se essa entidade tentasse abrir uma conta ou talvez tentasse aí adquirir algum bem de valor maior, talvez não ficasse tão óbvio e talvez por causa de algumas alguma, alguns reportes, alguns relatórios a respeito

    00:21:13:03 - 00:21:39:02

    Danilo Segoshi

    dessa pessoa, por mais que seja um PEP poderia passar. Agora por uma questão da cripto, ela não passaria mais. Especialmente porque foi pega em uma das várias operações que nós temos aqui no Brasil para justamente combater essa parte de lavagem de dinheiro. E fora isso, as listas de que essa pessoa faz parte. Então temos aqui a descrição das listas dentro do World-Check e tudo mais.

    00:21:39:02 - 00:22:02:12

    Danilo Segoshi

    Então nós temos esse registro sempre aqui. E essa pessoa por justamente ser PEP, ela já era PEP antes dessa operação, então ela já estava dentro do nosso World-Check, mas como PEP, a gente sabe que nem todas as, nem todas as empresas necessariamente contém um PEP. Elas vão recusar um cliente e por aí vai. Ou como um sócio ou como provedor de serviços.

    00:22:02:12 - 00:22:30:07

    Danilo Segoshi

    Mas, como vocês podem ver, é muito mais completo as informações à parte. Na slide anterior temos os relatórios, mas aqui temos as categorias em que cada aqui, cada crime que a pessoa cometeu, em qual categoria ela se encaixa. Fora isso de novo, então essa pessoa ela precisava lavar o dinheiro recebido. Então ela tem as empresas afiliadas também e algumas delas são PEPs.

    00:22:31:07 - 00:23:04:02

    Danilo Segoshi

    Fora isso, muitas pessoas vinculadas a essa pessoa, não só por causa da operação, mas também pela questão da lavagem de dinheiro. E como vocês podem ver, tem PEPs no meio das pessoas afiliadas a essa pessoa. Por causa das operações. E, assim como dito pela Laura, não é tão óbvio algumas questões relacionadas a Crypto. Quem está mais antenado com o meio, com um cenário de Cryptos

    00:23:04:02 - 00:23:30:09

    Danilo Segoshi

    Sabem que quando você busca ali uma Exchange, é muito mais fácil verificar a entidade. E realmente, se você for fazer uma busca no World Check em cima de entidades que são Exchanges né, então essas empresas que fazem operações com criptomoedas e vocês conseguem verificar vários aqui no World Check, algumas, muitas na verdade, que já cometeram crime, mas também tem aquelas que não simplesmente não cometeram porque tem ali alguma outra entidade.

    00:23:31:00 - 00:23:59:14

    Danilo Segoshi

    O que pode ser PEP ou a entidade mais conhecida que faz o apoio a aquela empresa. Mas, claro, isso tudo dentro do World-Check que vocês vão verificar se vocês continuarem ou não fazendo negócio com essa entidade, tá bom? E eu sei que é um webinar relativamente curto, mas nós queríamos justamente tornar essa apresentação curta e direta, justamente para que abrisse o cenário aqui para perguntas.

    00:24:00:07 - 00:24:32:01

    Danilo Segoshi

    Então, é justamente em cima de vocês. Então são vocês que vão fazer este webinar e nós vamos verificar que as perguntas aqui que o pessoal enviou tá bom? Aqui eu vou abrir aqui minha câmera tá? Laura, parece que o pessoal mandou algumas perguntas aqui. Pelo que eu estou vendo. E a pergunta tem uma coisa para mim. Está ok.

    00:24:32:01 - 00:25:09:08

    Danilo Segoshi

    Consulta de tiro está abarcado no modo do World-Check ou deve ser contratado a parte? Tá certo. Então, não vamos expor as pessoas. Das perguntas mais. Então vamos lá sobre essa parte. O World Check para aqueles que têm, ela não é um módulo pago à parte. Na verdade, ela faz. Ela está dentro, dentro da parte de não só quando você faz a busca do World-Check, que você pode procurar por quatro tipos de entidades: indivíduos, empresas, organizações, embarcações também.

    00:25:09:09 - 00:25:35:03

    Danilo Segoshi

    Nós fazemos checagem de embarcações também e sem especificar. E geralmente o módulo ou a área, sem especificar, são para não só para quando você. Não tenho certeza se é uma entidade, se é uma pessoa ou organização, mas também para onde é municípios, estados e países. Lá e no caso, para Crypto, você pode verificar tanto para empresas quanto para indivíduos.

    00:25:35:03 - 00:26:03:03

    Danilo Segoshi

    E esse não é um módulo pago. Ele está dentro agora no World-Check que você consegue fazer verificação pelo que o pessoal chama de Tax ID Number ou o número de identificação. Basicamente, foi traduzido assim que português, e ali você tem a parte que está escrito em Internacional Internacional. Existem vários códigos Swift e outros códigos internacionais, IATA, entre outros.

    00:26:03:09 - 00:26:31:05

    Danilo Segoshi

    E entre eles você tem os cripto ativos, tá bom? Então se você tiver ali, for buscar uma entidade que você tivesse um endereço. Você pode vincular na sua busca o nome da pessoa e o endereço, desse cripto ativo. Então, não é um módulo pago. Ele já está incluso na contratação do World Check. Então, não se preocupe, não. Não há necessidade de um desembolso, de um valor ali para poder fazer essa busca.

    00:26:31:13 - 00:26:37:09

    Danilo Segoshi

    Acho que o segundo seria para você, É isso? É isso.

    00:26:39:05 - 00:26:57:04

    Laura Bullock

    A segunda pergunta é: se a pesquisa abraça todas as cryptos ou apenas as mais populares? É, a pesquisa abraça todas as cryptos. A gente está sempre tentando achar qualquer endereço que a gente encontrar, que a gente puder confirmar que é válido. A gente vai adicionar na database.

    00:26:58:11 - 00:27:40:06

    Danilo Segoshi

    E aí acho que assim até complementando. Só para complementar a resposta da Paula. Então assim, gente! O mundo da cripto, criptomoedas é gigantesca. Então, assim o nosso time de research, eles tem critérios para incluir esses endereços, especialmente quando esse, essas criptos, essas criptomoedas. Elas foram, especialmente se elas foram apreendidas por algum órgão internacional ou nacional. Então, assim a gente não vai colocar aquela criptomoeda que, por assim dizer, levantou 2 milhões de dólares e ninguém sabe qual é a finalidade.

    00:27:40:10 - 00:28:13:09

    Danilo Segoshi

    A gente, isso não atende a diversos critérios do nosso time de research para entrar, mas assim as principais com certeza nós temos, mas não só as principais, mas como vocês viram, por exemplo, Dotcoin. Dotcoin é uma coisa tão óbvia, e alguns, até no mundo da criptomoeda, tratam como uma piada, não todos. Mas alguns tratam. Mas vocês viram que sim, é possível utilizar uma moeda que até então começou como uma brincadeira, por assim dizer, e que está sendo usada para uma coisa extremamente séria. Financiamento ao terror.

    00:28:14:06 - 00:28:25:02

    Danilo Segoshi

    Então temos critérios como a gente viu e a Paula falou, a gente inclui essas moedas. Tá bom?

    00:28:25:02 - 00:29:04:03

    Laura Bullock

    É mais uma pergunta aqui. Quais são as tendências de lavagem de dinheiro, financiamento ao terrorismo utilizando criptomoedas? Por exemplo, se tem acesso a sites com material de exploração infantil, sendo pago através criptomoeda? Olha, infelizmente, quando a criptomoeda surgiu, a ideia era apenas que a transação fosse feita sem um incumbente no meio, sem uma empresa tradicional no meio. Tanto que o “OK” para você fazer a transação em criptomoeda, ele vem dos seus pares.

    00:29:06:02 - 00:29:38:01

    Laura Bullock

    Então, infelizmente, muita gente e muitas células criminosas elas se apropriaram disso para poder perpetrar os crimes que eles cometem. As tendências que eu tenho visto, mas assim, no caso do Brasil, é mais aquele que eu falei de pirâmide financeira. É a pessoa ou o investimento em criptomoeda não garante um retorno ou pelo menos não garante o retorno prometido.

    00:29:38:08 - 00:30:19:03

    Laura Bullock

    Mas os novos entrantes acabam pagando pelo lucro dos investidores mais antigos. Agora, no cenário internacional, que eu tenho visto bastante, como o Danilo falou em financiamento de grupo terrorista e grupos de grupos, não só grupo terrorista, como a gente conhece popularmente, mas também outros outros grupos menores em determinados países. E também tem bastante que ouvi. Foi além do comércio comum na deep web, de tráfico de droga, de tráfico humano e tudo mais.

    00:30:19:08 - 00:30:27:11

    Laura Bullock

    Tem também a evasão de dívidas a sanções. As restrições impostas por sanções bastante também.

    00:30:29:14 - 00:31:03:03

    Danilo Segoshi

    É em cima disso, do que a Laura falou também. Então, assim, parte exploração sexual, independente de qual for a finalidade, seja financiamento ao terrorismo. No final, a grande maioria acaba, por assim dizer, sacar esse dinheiro de alguma forma ou transformar esse dinheiro em algum bem material, seja uma arma, sejam imóveis e tudo mais. Na parte de exploração ou na parte de exploração sexual infantil.

    00:31:04:09 - 00:31:30:08

    Danilo Segoshi

    Existem muitas coisas que ainda não estão bem claras, para assim dizer no âmbito internacional, para conseguir categorizar, especialmente porque não existe uma forma de categorizar, não existe um padrão de categorizar a exploração sexual infantil, especialmente porque temos aí países que, por exemplo, você pode casar legalmente com uma criança. Essa criança mal nasceu, já está prometida. Essa criança tem dez anos, é prometida para uma pessoa de 30 anos.

    00:31:31:06 - 00:31:54:09

    Danilo Segoshi

    Então não existe um padrão claro. A comunidade internacional em geral está trabalhando para isso. Da mesma forma que a maior parte de cripto, então a Bitcoin já não é exatamente a moeda de escolha para a lavagem de dinheiro. O que também antes deste webinar eu estava estudando um pouco a respeito, verificando algumas coisas que a Laura enviou para mim.

    00:31:56:00 - 00:32:28:03

    Danilo Segoshi

    Assim, grande parte que eu tenho visto é pirâmide, pelo menos não no nosso caso, no âmbito nacional, é muito pirâmide financeira. No âmbito internacional é N formas de uso. E como assim? Não é só o financiamento ao terrorismo, mas pequenos grupos extremistas locais. Então é muito comum. E é assim também no World Check que a gente tem uma categoria especial somente para as pessoas que são, que cometem crime, exploração sexual, infantil.

    00:32:29:03 - 00:32:57:01

    Danilo Segoshi

    E assim vocês veem que quando você puxa esse dado não tem, não tem como fazer agora esse exemplo agora, mas quando você puxa esses dados, você vê que não está ligada somente a uma parte. Você vê, enfim, entidades virtuais ligadas a outras entidades, empresas, as outras pessoas, até mesmo PEPs. Então, são casos assim. Até para alguns países é extremamente sensível, porque são pessoas que são politicamente expostas.

    00:32:57:08 - 00:33:24:05

    Danilo Segoshi

    Então, no geral, é usado. A comunidade de Cripto também, que tenta trabalhar da melhor forma possível para que não seja usado as criptomoedas não sejam usadas dessa forma. Mas gente, a gente tem que lembrar. E aí são pequenos detalhes da cripto. Ela é de fato decentralized finance; Então você não tem uma entidade que cria regras em cima disso.

    00:33:24:05 - 00:33:51:12

    Danilo Segoshi

    Você não tem um Bacen para controlar o fluxo do dinheiro, a geração do dinheiro, tudo mais. Você é como se fosse uma parte livre. Só que da mesma forma que você tem essa liberdade de emitir criptomoedas do mais descentralizada, essa essa parte financeira, você abre um leque para coisas com isso também. As coisas escusas. Mas assim sempre vai haver também as pessoas que querem usar formas escusas.

    00:33:51:12 - 00:34:27:11

    Danilo Segoshi

    Você tem uma comunidade que está ali querendo combater da mesma forma e começando com certas restrições, vide Bitcoin. Bitcoin á não é mais o exemplo principal ainda é utilizado, mas que nem vocês viram. Vocês têm ali o endereço do Bitcoin. Se alguém tentar transacionar com aquele ou aquele com aquele endereço, já sabem que é de uma entidade sancionada e que está com os ativos congelados. Indo para outras perguntas. E esta consulta.

    00:34:27:11 - 00:34:54:05

    Danilo Segoshi

    de cripto ativo é feito por meio do número de tax? Então, no caso, como eu falei, quando você fez a busca do World Check, especialmente por entidade, você tem a parte ali que está escrito: número de identificação ou Tax ID Number embaixo. No inglês está como Tax ID Number em português está com o número de identificação. Ali, quando você tem a parte de fonte, geralmente são países, mas tem a parte internacional e a parte internacional.

    00:34:54:05 - 00:35:26:04

    Danilo Segoshi

    Tem vários códigos, entre eles tem a parte de cripto, está bom, então pode verificar isso daí por lá. E ETF?Ttambém embarca. ETF? Não, No caso World-Check não vai verificar. ETF. Isso, na verdade é um outro produto que nós temos aqui dentro da Refinitiv que chama FIRI, Financial Instrument Risk Intelligence.

    00:35:27:07 - 00:36:10:08

    Danilo Segoshi

    Ali vocês conseguem ver se uma ETF tem algum ativo dentro dos ativos que está sendo investido. O que é investido se é emitido por alguma entidade sancionada. Mas se quiser, imaginar o que mais tarde eu posso mandar um e-mail para você falando sobre a parte do FIRI se interessar. Então FIRI é um outro produto e não é o foco da apresentação, mas permite essa visualização desses ativos, pelos códigos que utilizam ali nesse aspecto. Temos mais alguma pergunta Paula?

    00:36:12:13 - 00:36:18:02

    Laura Bullock

    Perdi meu mouse que desculpe. Não acho que isso não tem mais nada aqui não.

    00:36:18:04 - 00:36:50:05

    Danilo Segoshi

    Então tá certo? Bom, gente! Então, assim como falei ao nosso webinar aqui, nesse caso Cripto era realmente o objetivo era para ser realmente um webinar mais curto, porque a ideia que vocês passaram às perguntas para que nós possamos responder, especialmente porque estamos aqui presentes com a Paula. Ela é a nossa especialista. Nesta parte, Laura e Laura pegam e ela fica com dois nomes na cabeça.

    00:36:50:09 - 00:37:19:06

    Danilo Segoshi

    Eu pertenço a mais assim no caso. Então a Laura é especialista nessa parte cripto. Se vocês estiverem, então eu falei o nosso time de research Não é possível acessá los diretamente. E por razões não digo exatamente óbvias. Somos. mais de 450 profissionais ou mais de 470 agora? Eu perdi o número. São mais de 400 com certeza.

    00:37:19:07 - 00:37:20:09

    Laura Bullock

    Não sei que de cabeça.

    00:37:22:00 - 00:37:50:11

    Danilo Segoshi

    São mais de 400 profissionais da área de research. Mas vocês precisam ter em mente, por favor, gente que são mais de 400 profissionais para o mundo inteiro. Temos um time que é especialista, que conhece o cenário nosso Brasil, mas eles também ajudam com algumas questões Latam. Nós temos um time especializado na região da América Latina, mas gente, esse número 400 pode parecer muito.

    00:37:51:00 - 00:38:22:09

    Danilo Segoshi

    Agora, se você pega no âmbito global o tanto de informações que tem, infelizmente eles não têm esse tempo hábil para atender cada cliente diretamente. Mas eu Customer Sucess Manager aqui na Refinitiv vocês têm o meu contato, tá? Então a pessoa que enviou essas perguntas aqui eu vou mais tarde enviar e-mail, tá? Mas assim vocês podem encontrar gente no LinkedIn

    00:38:22:09 - 00:38:59:11

    Danilo Segoshi

    Peço até perdrão Não deixei aqui o meu e-mail, no final, os agradecimentos. Mas vocês tiveram alguma dúvida sobre essa parte? Conteúdo, dado que o nosso time de mais sorte faz, entre em contato comigo e assim, claro, dependendo que dependendo qual for a pergunta, eu vou endereçar para a pessoa correta. Então, no caso, a Laura, ela é especialista, nossa em cripto, mas temos pessoas aí também que são especialistas, por exemplo, somente na área do Chile, na área de Argentina na América Central e México, temos um time grande também.

    00:38:59:11 - 00:39:23:01

    Danilo Segoshi

    Costa Rica tem um time grande. Então, assim são diversos profissionais e por isso que não é possível. Vamos assim. Não é possível contatá-los diretamente. A gente precisa desse pequeno filtro para a gente poder endereçar justamente para a pessoa correta, para que essa pessoa correta dê a resposta. Então, no caso, como eu falei, Laura para criptos.

    00:39:24:00 - 00:40:03:05

    Danilo Segoshi

    Então, se vocês tiverem uma questão de crypto, enviem para mim a pergunta e a gente mantém o contato. Tá bom? Mas bom, Laura obrigado pelo seu tempo para o pessoal que está nesse webinar muito obrigado. Para os que estão assistindo, esta gravação, entrem em contato com a gente. Eu sou Customer Sucess de risco, mas se alguém aqui tiver, por exemplo, acesso ao Eikon, ao Workspace e tudo mais e tiver também alguma dúvida nesse aspecto, enviem suas perguntas para os seus Account Managers ou Customer Sucess Managers, para esses, para essas soluções.

    00:40:03:08 - 00:40:28:02

    Danilo Segoshi

    No caso do assessor de risco, apesar de conhecer os outros produtos e não lido com os outros produtos. Somente com a área de risco mesmo. Mas agradeço a presença de todos e obrigado Laura pela sua presença. Obrigado Vivian também por ajudar a manter esse webinar e Karina, Ruth, todo o mais pessoal aqui está ajudando aí aqui a gente aqui nos bastidores, aqui tá bom?

    00:40:30:01 - 00:40:33:05

    Danilo Segoshi

    Obrigada, obrigado até mais. Já tchau.

    00:40:34:06 - 00:41:30:11

    Laura Bullock

    Até tchau.

Sobre o Webinar

Duração: 41 minutos

Há mais de vinte anos o World-Check é a ferramenta líder de mercado e escolha das maiores corporações do mundo como fonte de inteligência de riscos.
Neste webinar exclusivo, apresentamos questões importantes relacionadas às criptomoedas, e abordamos de forma prática como o World-Check pode auxiliar sua empresa a prevenir ou interromper os riscos provenientes desse tipo de transação. Assista para saber mais sobre a dinâmica da criptomoeda e sua realidade no contexto brasileiro.

Palestrantes

Laura Bullock
Laura Bullock
Research Analyst World-Check, Refinitiv
Danilo Segoshi
Danilo Segoshi
Customer Success Manager, Refinitiv
empty image

VERIFICAÇÃO KYC E VALIDAÇÃO DE COMPLIANCE

Refinitiv World-Check One em Português

World-Check One agora totalmente em Português.
As informações precisas e estruturadas que você necessita para cumprir suas obrigações de screening KYC e de due diligence de terceiros inteiramente em nosso idioma.