Ir para conteúdo

Iniciativa Belt & Road: gerencie riscos e descubra novas oportunidades de negócios

Os números por trás da épica Iniciativa Belt and Road chinesa são surpreendentes. Um novo relatório da Refinitiv examina obras em andamento no valor de US$4 trilhões, as oportunidades de investimento e a importância de realizar a due diligence antes de se envolver em algum desses projetos.


  1. Existem quase 3.000 obras da Iniciativa Belt and Road (Belt and Road Initiative, ou BRI) em andamento. Combinado, o valor desses empreendimentos chega a US$ 4 trilhões, e envolve 2.630 empresas.
  2. A China vem incentivando novos investimentos no BRI, abrindo cada vez mais oportunidades para companhias estrangeiras.
  3. O BRI Connect é um aplicativo da Refinitiv que fornece inteligência e insights confiáveis ​​sobre as oportunidades globais de investimento nesse audacioso projeto.

Nos seis anos desde que o presidente chinês Xi Jinping lançou a ideia de reviver a lendária Rota da Seda, a Iniciativa Belt and Road (BRI) tornou-se uma importante propulsora da atividade econômica global.

Segundo o relatório BRI Connect: An Initiative in Numbers, realizado pela Refinitiv, existem atualmente 2.951 projetos em andamento em toda a região da Rota da Seda. Em conjunto, eles envolvem 2.630 empresas e são avaliados em US$3,87 trilhões.

Para se ter uma ideia do impulso econômico que o BRI vem gerando em toda a região, somente em julho de 2019 foram lançados 84 novos empreendimentos, com um valor combinado de US$ 52,54 bilhões.

A Refinitiv fornece informações sobre a Iniciativa Belt and Road para profissionais financeiros, investidores e gestores de ativos globais. Clique aqui para obter mais informações

Menina dos olhos do governo chinês

Um dos fatores que estão contribuindo para esses números é o aumento do financiamento estatal.

O economista-chefe do Morgan Stanley na China, Robin Xing, estima que o investimento da superpotência asiática nos países que estão na rota do BRI deve crescer 14% por ano no próximo biênio, e que até 2027 o valor total desses aportes poderá atingir US$1,3 trilhão.

Mas, segundo estimativas de organizações financeiras, isso não será suficiente para impulsionar a próxima onda de crescimento. Para o Banco Asiático de Desenvolvimento, por exemplo, o total de investimentos em infraestrutura nos países asiáticos precisará chegar a US$26 trilhões nos próximos 15 anos.

Para fechar essa lacuna, a China vem apoiando novos projetos, parcerias e métodos de financiamento, os quais estão abrindo oportunidades para organizações em todo o mundo.

Pouco mais da metade dos projetos do BRI até agora envolvem empresas de fora da China –e apenas seis por cento atraem investimentos privados.

 

A próxima onda

Embora a primeira onda de investimentos tenha sido dominada pelos bancos chineses, a escala de valores esperada de agora em diante torna provável que as organizações financeiras internacionais ampliem sua participação no BRI.

No início deste ano, o Presidente Xi Jinping disse: “Festejamos a participação de instituições financeiras multilaterais e nacionais na Iniciativa Belt and Road, e incentivamos a cooperação no terceiro mercado. Com o envolvimento de vários stakeholders, certamente poderemos oferecer benefícios a todos. ”

Essa demanda por capital de terceiros, principalmente do setor privado, também ajuda a garantir que os projetos sejam feitos de acordo com os padrões globais de viabilidade, transparência e governança.

Isso, por sua vez, os torna mais atraentes para os investidores, numa espécie de círculo virtuoso. E as oportunidades podem não se restringir a grandes players globais, já que pequenas e médias empresas inovadoras vêm sendo incentivadas a oferecer serviços e produtos.

Conheça as avançadas ferramentas e informações precisas do Refinitiv World-Check Risk Intelligence e atenda às obrigações de Due Diligence de sua empresa

Nova abordagem à prova de riscos

A Iniciativa Belt and Road (BRI) já se estende por países que representam, globalmente, 30% do PIB e 44% da população. Com o governo chinês procurando ampliar a malha de financiadores, como as organizações podem colher os benefícios?

Antes de mais nada, é preciso lembrar que, como em qualquer região onde se pretenda investir, as recompensas trazem riscos. E embora os empresários estrangeiros contribuam com forte conhecimento técnico, eles podem não estar muito familiarizados com o modus operandi local.

Portanto, realizar avaliações detalhadas e abrangentes antes de ingressar em qualquer novo projeto é fundamental. Além disso, como os riscos variam ao longo do tempo, as empresas devem implementar processos contínuos para monitorá-los.

É inegavel que, no dia-a-dia das corporações, prejuízos e recompensas andem de mãos dadas, mas não apreciar completamente a natureza e a extensão dos potenciais perigos à vista pode ser muito prejudicial.

A importância da Due Diligence

Entre os riscos de fazer negócios em territórios ainda inexplorados podemos citar os de natureza regulatória, reputacional, e os associados a crimes financeiros e corrupção. Por isso é essencial realizar com bastante cuidado os processos de due diligence na hora de se envolver em qualquer dos projetos do BRI –e claro, com qualquer empresa ligada a eles.

O líder de mercado Refinitiv World-Check Risk Intelligence fornece dados abrangentes, confiáveis ​​e atualizados sobre inteligência de risco, facilitando os processos de triagem de indivíduos e organizações antes de sua empresa iniciar qualquer tipo de investimento, parceria ou outro relacionamento comercial.

Por meio da ferramenta Country Risk Ranking, as empresas conseguem realizar uma sofisticada análise de risco de qualquer país ou território onde desejam atuar.

Também desenvolvemos o BRI Connect, um aplicativo robusto que fornece inteligência de negócios confiável e insights sobre as oportunidades globais de investimento na BRI e nas organizações relacionadas à iniciativa.

Acessados ​​pelo BRI Connect, os dados do Country Risk Ranking permitem que, com base na localização, os usuários analisem o risco potencial de qualquer projeto antes de investir, fazer parcerias ou se envolver com entidades estrangeiras.

Banco de dados do Refinitiv World-Check

Conheça as avançadas ferramentas e informações precisas do Refinitiv World-Check Risk Intelligence e atenda às obrigações de Due Diligence de sua empresa

Grandes Oportunidades

Nos casos em que são detectados ou há suspeitas de riscos elevados, nossos relatórios de Enhanced Due Diligence incluem dados sobre propriedades da empresa, históricos operacionais e de litígios, nomes dos principais diretores e gerentes, condutas comerciais anteriores, históricos de reputação, responsabilidades ocultas e muito mais.

À medida que as oportunidades apresentadas pela BRI continuam a crescer, algumas empresas têm receio de aproveitá-las devido aos riscos oferecidos pelo país ou pelas contrapartes envolvidas na empreitada. Mas com os dados e análises confiáveis oferecidos pela Refinitiv é possível gerenciar esses riscos, tomar decisões com base em informações sólidas e realizar grandes empreendimentos.

A Refinitiv fornece informações sobre a Iniciativa Belt and Road para profissionais financeiros, investidores e gestores de ativos globais. Clique aqui para obter mais informações