Ir para conteúdo

Como se cria um verdadeiro benchmark de FX?

Shirley Barrow
Shirley Barrow
Global Head of Benchmarks e Indices
Atualmente o mundo se encontra em um contexto de incertezas e alta volatilidade.  A América Latina, por sua vez, sofre com um efeito duplo resultado pela saída de capital para ativos considerados menos arriscados e pelas medidas de cada país para mitigar os efeitos da pandemia, que impactam no fortalecimento do dólar frente as moedas locais. Assim que os valores de referência do mercado, calculados de forma transparente e confiável, em conformidade com todos os regulamentos internacionais, tornam-se ferramentas essenciais de análise e gerenciamento.

  1. A pandemia provocada pelo novo coronavírus transformou o mercado cambial de forma inédita. No entanto, a atual condição do setor oferece novas oportunidades e desafios para as empresas de investimento.
  2. Os benchmarks da Refinitiv WM/Reuters FX atendem tanto essas oportunidades quanto os desafios, oferecendo uma representação precisa do mercado de câmbio em momentos específicos.
  3. Quem acompanha os índices de referências cambiais precisam estar cientes dos cinco principais componentes de benchmarks financeiros eficazes: dados, metodologia, governança, acessibilidade e envolvimento do cliente.

Para mais informações baseadas em dados diretamente no seu inbox, assine o boletim semanal Refinitiv Perspectives

A pandemia de Covid-19 provocou grande volatilidade nos mercados financeiros, e o setor cambial foi particularmente afetado, experimentando condições sem precedentes.

Com os pacotes de estímulo fiscal organizados emergencialmente por muitos bancos centrais, presenciamos um aumento de atividade e de liquidez, o que, sem dúvida, pode oferecer oportunidades para empresas de investimento. Porém, essas oportunidades costumam vir acompanhadas de novos desafios, que neste caso significam entender os níveis de câmbio em um mercado altamente volátil.

Benchmarks WM/ Reuters FX

A Refinitiv tem larga experiência no desenvolvimento de taxas de referência de mercado confiáveis ​​com base em metodologias de cálculo padrão de cada setor. Os benchmarks WM/ Reuters FX são bem estabelecidos e sempre atualizados para atender às necessidades dos clientes e do mercado. Mais de 1.000 instituições financeiras baseiam-se nos benchmarks WM/Reuters FX para obter maior clareza ao avaliar os mercados globais.

Para sustentar sua integridade, essas taxas são regulamentadas. Por exemplo, as WM/Reuters 4pm Spot Rates são geridas pelo EU Benchmark Regulation desde 2018, e anteriormente a essa data, pelo Market Abuse Regulation (MAR).

De forma mais ampla, todos os benchmarks de câmbio WM/ Reuters são agora regulamentados pelo EU Benchmark Regulation, que entrou em vigor em janeiro de 2020. Assim, os usuários precisam garantir que estão usando apenas taxas emitidas por administradores autorizados. E os provedores devem demonstrar que fornecem benchmarks robustos e confiáveis, minimizando conflitos de interesse nos processos de definição de cada um.

Todos esses fatores ajudaram a posicionar as taxas de câmbio da Refinitiv entre as mais confiáveis ​​do mercado para diferentes aplicações, como em índices, avaliações de portfólio e contratos financeiros. Além disso, refletem o compromisso da Refinitiv em fornecer os cinco componentes principais de benchmarks financeiros eficazes: dados, metodologia, governança, acessibilidade e envolvimento do cliente.

Benchmarks de negociação de câmbio da WM/Reuters: fontes independentes, objetivas e imparciais para dados de FX

A seguir, saiba mais sobre os cinco principais componentes de benchmarks cambiais eficazes:

Dados

Os benchmarks WM/Reuters FX da Refinitiv cobrem quase todas as moedas do mundo, incluindo as 25 de maior interesse para o mercado e as 130 com menor liquidez.

Os dados para as 25 principais moedas provêm de três plataformas de negociação de classe mundial: o Refinitiv FX Matching, o EBS (CME) e o Currenex (State Street). As informações obtidas nessas plataformas e validadas para uso nos cálculos de benchmark são provenientes de transações reais executadas no mercado.

A pontualidade desse processo garante ao usuário que os dados sejam confiáveis, transparentes e adequados para a criação de benchmarks consistentes.

Já os dados de cotação são usados ​​para calcular valores de referência para as 130 moedas menos líquidas. Todos eles vêm de instituições financeiras e corretoras, e depois são reunidos na plataforma Refinitiv Eikon para oferecer uma única fonte de acesso.

Como os dados de transação, os de cotação também são validados e processados ​​para fornecer uma única referência para cada moeda.

Metodologia

A metodologia é essencial para o posicionamento de qualquer benchmark. Por isso, a Refinitiv publica uma metodologia de cálculo transparente para os benchmarks WM/Reuters FX, alinhados com os padrões do setor estabelecidos pela International Organization of Securities Commissions (IOSCO).

A mesma metodologia é usada em todos os cálculos para fornecer benchmarks consistentes que podem ser empregados ​​para vários propósitos, como avaliação de portfólios, rastreamento de desempenho em relação a índices e pares e criação de produtos financeiros e de índices. Além disso, essa abordagem também evita inconsistências em diferentes etapas do fluxo de trabalho.

Os benchmarks são publicados tanto no fechamento quanto intradia. Os dados das 25 principais moedas spot são revelados a cada meia hora, e para as 130 moedas restantes, a cada hora.

Governança

Além de serem regulamentados pelo EU Benchmark Regulation, os benchmarks WM/Reuters FX também passam por um comitê de supervisão independente.

Esse órgão é composto por representantes das plataformas de negociação utilizadas para a obtenção de dados e por três especialistas independentes no assunto (subject matter experts, ou SMEs, na sigla em inglês)). Ele se reúne a cada seis semanas para garantir que os benchmarks estejam de acordo com a regulamentação, operando com integridade e mantendo uma metodologia e um processo de produção adequados ao objetivo.

Os nossos benchmarks também fazem parte do Refinitiv Benchmark Services Limited (RBSL), designado como administrador de benchmark pela UK Financial Conduct Authority (FCA).

Acessibilidade

A Refinitiv ocupa uma posição ímpar no universo dos benchmarks, pois oferece acesso às suas soluções sem limitações.

Os dados do WM/ Reuters FX podem ser acessados via Eikon, pelos feeds de dados financeiros da Refinitiv, e também por meio de um crescente grupo de fornecedores de dados de mercado de terceiros, incluindo Bloomberg, ICE, IHS Markit e SIX.

O envolvimento do cliente

É crucial para os bancos e outros participantes do setor ter confiança em uma representação padronizada, de qualidade e precisa do mercado de câmbio.

A Refinitiv trabalha com os clientes –tanto do sell-side quanto do buy-side— em todo o processo de benchmark para garantir a sua confiança. Seus especialistas independentes no assunto (SMEs) também assessoram os usuários para confirmar que os nossos benchmarks são apropriados para todos, além de discutir possíveis melhorias. Entretanto, a regulamentação exige que quaisquer alterações propostas passem por devidos processos de consulta pública.

Como faz em outras áreas de atuação, a Refinitiv pretende continuar promovendo um maior envolvimento com os clientes e grupos de usuários para apoiar o constante desenvolvimento dos benchmarks WM/Reuters FX.

O que vem pela frente

Com seus benchmarks de FX já bem estabelecidos no mercado, a Refinitiv está planejando os próximos passos dos benchmarks WM/Reuters FX.

Entre eles está o engajamento na metodologia de benchmark para garantir a sua adequação a um mercado que caminha para investimentos mais passivos e um ambiente de negociação que vem mudando como resultado do maior escrutínio regulatório –além de uma base de clientes buscando cada vez mais transformação digital.

Benchmarks de negociação de câmbio da WM/Reuters: fontes independentes, objetivas e imparciais para dados de FX